BLOG

Você é um bom ouvinte?

Atualizado: há 6 dias


Olá! Hoje quero falar da importância de sermos ouvidos. Quando estamos conversando com alguem e nos sentimos realmente ouvidos isso nos faz muito bem. E se formos ouvidos, dando espaço para ouvir o outro, temos aí um diálogo verdadeiro. Algo que realmente possibilita trocas e promove muitas coisas boas a relação.


Como nas lindas palavras de Buber, o diálogo genuíno é mútuo. Não pode ser forçado, nem agarrado. Precisamos estar abertos para seu fluxo, semelhante ao das marés, de enchente e vazante: “... a beleza de sua chegada e a solene tristeza de sua partida...”


Mas em tempos de tanta urgência nas respostas, parar e ouvir tornou-se um grande desafio. Tanto quanto estar realmente presente, quando passamos muito tempo preocupados em responder demandas que muitas vezes nem são nossas.


Não é raro eu acompanhar pessoas que acham que dialogam, mas acabam se dando conta que são ótimos palestrantes.

Noto que estão agindo assim para tentar dar mais voz as suas necessidades e tudo bem, num primeiro momento só precisam ir percebendo isso. Tudo pode ser revisto quando desejado.


Se for importante, costumo convidar a aqueles que estou acompanhando a dar uma mudada no seu jeito e ver o que isso causa no outro. Quando no encontro alguem começa a se colocar diferente o outro sente. Se você se colocar na postura de ouvinte, pode até perguntar ao outro se ele notou isso e se tem se sentido bem. Caso sim, você pode contar que gostaria de sentir isso também.



Quem se abre para tal exercício passa a perceber o quanto ouvir promove bem estar a quem está na relação. Com isto temos aí mais um passo para a construção de um bom relacionamento.

Mas lembre-se, pouco a pouco! Veja o seu possível e se gratifique com o que está conseguindo. Pequenos passos podem levar a grandes mudanças!

0 visualização
 

©2020 por Kátia Debus.