21 de janeiro de 2013

E Agora Para Onde Vamos?

Esta pergunta que pode ter tantas respostas aqui e agora se refere a um titulo de filme. Uma frase dita, em um fictício vilarejo, no momento de enterrar mais uma vitima dos conflitos entre cristãos e muçulmanos. Ela explicita o tanto de sem sentido destes desentendimentos na vida de seus moradores.


Um filme de Nadine Labaki ( 2011 ), traz uma boa mistura de situações cômicas e outras profundamente dramáticas que nos permitem entrar na complexa temática dos conflitos religiosos  vividos por este povo de um jeito leve e emocionante.

Tema que serve não só para a discussão levantada no filme, mas também para algumas das reflexões que deveríamos fazer nas nossas relações e este, para mim, é o seu maior mérito. Mexer com o que mesmo faz sentido e para quem.

Será que estes conflitos são relevantes para aquela  comunidade que vive laços mais profundos entre as pessoas? Será que algumas coisas não ultrapassam o tipo de crença religiosa, as escolhas, os ditos e atributos sociais?

Na pequena vila do filme todos vivem, desde crianças, misturados entre suas crenças e um grupo de mulheres parece se dar conta de que estas diferenças não são relevante para eles. Então elas passam a  administrar, de forma muito criativa, os respingos dos conflitos que chegam através de uma precária televisão montada pelos meninos do vilarejo.

É engraçado o que as mulheres inventam para distrair os homens das suas tendências a disputarem, vale tudo... e até os representantes religiosos entram nas tramas, cientes de suas ações em nome da paz, da harmonia da população e da grande bobagem que pode ser querer fazer valer uma única ideia. Isto dito por mim.

Vale conferir.

Um comentário:

  1. Em tempos fechados das culturas de cada um, achei muito interessante o enredo do filme, mas que soluções parecem muito distante, pois há sempre o ingrediente de valores maiores que estão em jogo que seria o domínio de um pelo outro.
    Me interessei pela temática e irei tentar assisti-lo.

    ResponderExcluir