6 de julho de 2011

Término bom

Ontem a tarde foi o dia de falar em términos. Mais de uma pessoa trouxe o tema, as necessidades, dificuldades e o bom do termino “saudável”.
É isso ai: cada pessoa que passa por nossas vidas tem seu grau de importância, seu papel e seu legado. No fundo, a gente sabe quando tudo acabou e que este é o momento de terminar. Quando nós conseguimos fazer isso sem esgotar a relação, salvamos o bom que se viveu.

Abaixo leia o email de uma paciente já bem resolvida com seu ex.

Escrevo nem sei por que, pra variar. Na verdade pra responder o que tu perguntou na solicitaçao: sim, eu to bem.
Sei que falei que nao queria mais falar contigo nem saber de ti, mas passou. E o que restou foi essa lembrança de que tu foi uma pessoa importante pra mim, e que tenho que te guardar em mim com carinho e um certo cuidado. Cansei da raiva, da frustraçao, do ressentimento e resolvi limpar esses sentimentos dessa lembrança, porque o que tivemos, por mais dolorido, foi legal, e sendo legal, foi importante, e sendo importante, nao vai ser esquecido, e nao sendo esquecido, que reste como alguma coisa boa.

Li uma coisa do Caio Fernando e lembrei de ti... assim ó: Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar — e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.”
Ainda penso que um dia, por acaso, em algum bar, a gente vai se encontrar e rir. Talvez a gente nem nem va se reconhecer mais, e isso vai ser ótimo - sinal de que mudamos e (espero) que crescemos.
Enfim, assim como tu espera que eu esteja bem, eu te desejo só coisas boas, felizes e bonitas, e principalmente inteligencia pra nao ficar fazendo bobagens por ai.
Te cuida. E cuida dos outros tambem.
Beijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário