21 de julho de 2011

Quando a paixão é um problema

Na emoção de um novo romance é natural olharmos através de lentes mágicas que dão ao outro um colorido todo especial. Nós vestimos um óculos comandado pelos nossos desejo de realização, pelo que gostaríamos de ter de retorno, pelos nossos sonhos etc.. Um tipo de idealização que contribui para o inicio do vinculo, que é completamente “normal” e deve passar com o tempo.

Mas todo excesso é prejudicial a saúde. Eu gosto dizer que nós somos uma caixinha e que ninguém é tão maravilhoso. Nós seres comuns temos uma porção de coisas boas e outras tantas nem tão boas assim e, por isso, estamos evoluindo hehehe. Se você achou alguém que é pura perfeição, atenção! De uma olhada na realidade. O excesso de idealização transforma o outro, ou simplesmente nos impedi de enxergar a pessoa com quem estamos nos relacionando.

Veja bem, a intenção aqui não é lhe dar um banho de água fria, é que por incrível que pareça, paixões problemas não são muito difíceis de acontecer. Tenho acompanhado pessoas que se queixam de passar a desconhecer o companheiro(a), que se fixam em querer mudar o outro ou, em casos extremos, passam a se enganar quanto ao que recebem, limitando as suas vidas a buscar e buscar o que não vem, gastando uma energia desnecessária.

Este ultimo caso é o que mais prejuízos pode trazer a alguém, pois pode chegar a níveis de obsessão e compulsão pelo outro e, o mais importante, pode acontecer de forma muito sutil, sem que você se de conta. Portanto se você tem sinais de que a sua paixão está passando da conta e começando a trazer sofrimento e mais desagrado que agrado, revise.

É eu sei, falado assim parece assustador, mas o negócio é clarear a visão.
E para dar um “toque bom” deixo esta música.
www.youtube.com/watch?v=EtcrI8bED8A

Nenhum comentário:

Postar um comentário