3 de dezembro de 2008

Meditando com o I Ching



A Boa Fortuna

Será que a boa fortuna é somente para alguns poucos escolhidos? Ou isto é o que gostariam que nós acreditássemos?

Hoje quando abri o I Ching veio este ensinamento.

Para o I Ching a boa fortuna ou má fortuna só estão relacionadas a qualidade de nossos pensamentos, sentimentos e ações e nada tem a ver com influencia maior do que a nossa própria influencia.


A aceitação do fatalismo, a negação do bem estar, (“porque eu não mereço”), o complexo de culpa que se carrega a respeito do que se fez (quando ainda não se podia fazer diferente) é o que não nos permite sermos felizes.

No I Ching está bem acentuada a idéia de que só de nós depende a má ou boa fortuna. Por isso também se diz “ Quando você não é descuidado, mesmo que ria, não vai perder seus modelos de ações de uma vida inteira”.

Preste atenção nestes ensinamentos do I Ching

“Quando você não é descuidado”, ou seja, quando você está atento aos elementos internos e externos da sua vida, está presente e consciente.

O que eu costumo chamar de postura do observador de si.

Os mestres não se cansam de repetir que a atenção gera consciência, por isso, mesmo que você ria e se agite entre as pessoas, se sua consciência estiver no sempre no “centro” não sofrerá com flutuações emocionais.

É... boa semana!
Psicologa Gestaltista, especialista em Medicina Tradicional Chinesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário