18 de outubro de 2008

Parto Humanizado













“No mamífero humano, o processo de formação da psique começa na concepção”.
Frederico Navarro


Esta frase foi retirada do livro: Infância - A Idade Sagrada de Evânia Reichert, profissional que admiro muito, acima de tudo pela dedicação e pesquisa ao que se refere a relação entre as fases do desenvolvimento infantil e a formação do caráter.

O livro da Evânia destaca que o mais primitivo e primeiro vínculo humano acontece dentro da barriga da mãe e reforça a importância da gestação, bem como do parto, para o bom desenvolvimento emocional do bebê e do adulto.

E, graças a trabalhos como este, cada vez mais se está discutindo o significativo papel do afeto para o nosso pleno desenvolvimento físico/emocional.

Pesquisas revelam que o temperamento humano é a primeira camada da nossa personalidade, e este se estrutura a partir de bases congênitas, somadas as primeiras experiências. Portanto nossa essência está aí e no decorrer da vida nos transformamos no que somos.

Em cada fase do desenvolvimento infantil abre-se espaço para o nascimento de aptidões e habilidades. No processo de crescer nós passamos por etapas de amadurecimento físico e psíquico, que se organizam a partir de vivencias “desafiadoras” como: nascer, andar, tirar a fralda, falar, dormir sozinho, brincar com os outros, entrar na escola, executar tarefas, etc...

Como nós passamos por estas experiências, que podem ser gratificantes ou tensas, é que definirá a qualidade das nossas aptidões ou dificuldades. O que gosto de chamar de: o colorido de cada um.

O parto e os primeiros momentos de vida fora do útero são momentos muito significativos. Acredite! Muito da confiança no mundo e da paz interna de cada um de nós está relacionada a estas vivências iniciais.

Portanto é fundamental que pais, educadores e profissionais da saúde se esclareçam destas questões e juntos nós possamos prevenir humanizando.

Nada é mais precioso do que o afeto legitimo, nada é mais tranqüilizador e traz mais segurança do que a sensação de ter sido amparado nos cuidados iniciais.
Cláudia Guglieri

Cláudia Guglieri – Psicóloga Gestaltista, especialista em Medicina Chinesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário