1 de outubro de 2008

Meditando com o I Ching


O I Ching é um livro de orientações e ajuda. Podemos consultá-lo para tomarmos decisões, para entendermos movimentos das pessoas, para compreender situações...

Este jogo é para você, antes de ler pense nas suas dúvidas e bons entendimentos.

A Exaustão
Exagrama 47

Acima: Tui - o lago, a alegria, aquilo que é frágil.
Abaixo: Kan - a água dos oceanos, as emoções, a alma aprisionada, os sentimentos nobres

Comentário

“Pessoas iluminadas apenas vivem seu destino”

A ideia contida neste exagrama é a da nossa dificuldade em se ajustar ao ritimo yin e yang (atividade e repouso) da vida.

Ou seja, a vida é feita de subidas e decidas da montanha. Vivemos um processo de momentos o “fáceis” e “difíceis” e vamos aprendendo e crescendo com estes.

Por isso diz: Se você se eleva sem parar certamente ficará exausto.
Ou seja, se persegue o perfeito, o melhor… sem parar, certamente ficará exausto

Está atitude é comum entre aqueles que ainda estão presos a dualidade de Bem e Mal, Certo e Errado. Neste caso a prisão é a voz que não aceita o alto e o baixo e diz: porque não posso ser feliz? O que há de errado?

Como esta dualidade está profundamente arraigada no seu intimo este discípulo não conseguem ser feliz e tranquilo, porque sempre lhe vem o imperfeito, o incompleto.

A serenidade, o esquecimento da corda e do chicote, são os efeitos de uma luta travada no mais íntimo do ser.

O I Ching diz: adaptar-se a dificuldade para acabar com a dificuldade - evitando a sociedade sem angustia e mantendo-se feliz - um caminho para o ser superior.
Psicologa Gestaltista e acupunturista - MTC

Nenhum comentário:

Postar um comentário